2017-09-17-mitos-e-verdades-sobre-o-dente-siso1

Complicações com o nascimento do Siso

  O terceiro molar, também chamado de “dente do siso” ou apenas “siso”, são os últimos dentes a nascerem, geralmente entre os 16 a 20 anos. Apesar de a dentição ser natural, nem sempre ela irrompe de forma regular podendo causar consequências à estrutura bucal.

Por que o dente do siso pode nascer torto?

  Apesar da necessidade mastigatória reduzida entre nossa espécie e os nossos
antepassados, o terceiro molar ainda está presente na maioria das pessoas mesmo
sem ter o espaço suficiente para isso. Com uma arcada menor, o nascimento do
siso pode ser total ou parcial, o que causa desconforto ou complicações para a
maior partes dos pacientes.

Em quais casos a extração do dente é
necessária?

  De forma geral, é necessário fazer a extração do dente quando o paciente não consegue alcançar o siso durante a higienização bucal, ainda que a dentição não esteja dolorida ou cause incômodo na boca. Igualmente, o dentista precisa extrair o dente siso quando não há espaço suficiente para a dentição se desenvolver corretamente na arcada. O profissional pode fazer a cirurgia quando
detectar um conjunto destes sintomas:

      Odor na boca;

     Inchaço nas arcadas e na gengiva;

     Dor na parte posterior da boca ao mastigar;

     Possibilidade de cárie no dente vizinho;

     Pericoronarite;

    alguns tipos de dor de cabeça e enxaqueca, inflamação nos gânglios do pescoço ou na
mandíbula, dor nos maxilares ou dor no ouvido.

Quais complicações surgem com o dente do
siso nascendo torto?

Anomalias com o nascimento do dente do siso acarretam, em geral, doenças dentárias sérias e complicações, a exemplo de doenças na gengiva, cáries, pericoronarite e dente incluso.

1. Doenças gengivais

Problemas com o “dente do juízo” podem comprometer a saúde da gengiva, já que a dentição tem dificuldade para irromper normalmente, prejudicando a higienização do local e facilitando a
reabsorção da raiz de dentes vizinhos.

2. Cáries

O nascimento do dente siso torto compromete a higienização bucal, uma vez que fica mais difícil limpar possíveis resíduos entre os dentes. Assim, com o passar do tempo, pedaços de alimento
promovem a proliferação de bactérias na boca, levando à formação de placa
bacteriana e ao surgimento de cáries.

3. Pericoronarite

A falta de espaço para o siso irromper pode levar a um processo inflamatório na região entre o dente e a gengiva. A consequência, chamada de pericoronarite, surge quando a dentição ainda está no osso, comprometendo o equilíbrio oral.

4. Dente incluso

Dente incluso ou dente retido é o nome dado ao processo de a dentição não irromper na cavidade bucal em determinado período. Geralmente, os dentes do siso inferiores são os mais
afetados por essa anomalia.

Neste conteúdo, você aprendeu sobre o siso nascendo torto, fenômeno que costuma ocorrer devido à mudança no espaço das arcadas. Para evitar doenças gengivais, cárie, pericoronarite e dente incluso, a extração pode ser necessária. Então, ao sentir incômodo ou perceber que o “dente do juízo” não irrompeu, procure seu dentista.

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on telegram
Share on email
Open chat